DV_livroAnim

Existe uma tentação provavelmente tão antiga como a aparição do Homem: o desejo de ver outras realidades atrás da realidade. Esta disposição multiplica infinitamente as possibilidades de interpretação e o significado das coisas. Este atavismo — ver atrás das coisas outras coisas — nasce duma deformação ocular de Deus, um estrabismo convergente tão pronunciado que se traduz num desdobramento. Estas realidades, assímptotas, não são mais do que o reflexo simétrico do mesmo, uma Tautologia.

in Duplo Vê — o Tautólogo, Mattia Denisse

x

Duplo Vê — O Tautólogo é um dos tentáculos do projeto Duplo Vê, que se compõe também pelo site dupluvedupluvedupluve.com e pelas exposições apresentadas na Casa das Histórias – Museu Paula Rego (29 de setembro a 13 de novembro de 2016) e Galeria Zé dos Bois (22 de abril a 24 de junho de 2017).

Duplo vê é, ao mesmo tempo, o nome em extensão da letra W (inspirado no título de George Perec, W ou les souvenirs d’enfance) e também o “duplo ver” de um Deus vesgo. Duplo vê, O Tautólogo (nome dado ao demiurgo criador da tautologia) poderia ter um outro subtítulo: “Ensaio sobre o estrabismo de Deus”.

x

500 exemplares

textos: O título é = à soma de todos os títulos por Mattia Denisse;
Nota do editor: tradução literária por Rui de Almeida Paiva
e tradução gráfica por Sofia Gonçalves

edição: Rui Paiva e Sofia Gonçalves
tradução: Lurdes Júdice
desenhos: Mattia Denisse
design: Sofia Gonçalves
revisão: Lígia Afonso, Rui Almeida Paiva, Sofia Gonçalves

x

Capa mole.
Offset
256 pp.
P.V.P: 25€

Apoios:

logos

%d bloggers like this: