Dois Dias Edições. Uma editora dissidente no reino das bestas céleres

“Uma pequena editora ilustra com o seu catálogo formas de devolver ao livro a sua nobreza enquanto objeto que acima de tudo é cúmplice com o texto. Livros preciosos mas que não redundam na categoria das edições de luxo.”

“Dois Dias Edições. Uma editora dissidente no reino das bestas céleres”, artigo sobre a Dois Dias, por Diogo Vaz Pinto (in jornal i 31.03.16)

ler artigo

Advertisements

Os comentários estão fechados.